Notícias

 

 

  Janelas de conforto

Mais do que itens obrigatórios de vedação para garantir estanqueidade à água e aos ventos, as esquadrias são peças-chave que asseguram conforto acústico e o desempenho da edificação em relação às trocas térmicas. Em uma época em que as atenções se voltam para a sustentabilidade e para a redução do impacto ambiental, o aprimoramento da indústria brasileira de caixilhos de alumínio torna-se bem-vindo, com um número cada vez maior de opções e acabamentos.

Embora demande grande quantidade de energia para ser produzido, o alumínio é um dos materiais de maior vida útil e reciclabilidade na construção civil.

Responsável por mais de 20% do volume de esquadrias produzido no país, o alumínio é a principal matéria-prima dos caixilhos especiais – feitos sob medida para empreendimentos de grande porte. Isso atribui, em parte, às características do material, que mesmo sendo capaz de desempenhar função estrutural, é pelo menos 35% mais leve que o aço. Além disso, trata-se de um metal de fácil extrusão, que demanda baixa manutenção.

No entanto, foi o salto tecnológico dado pela indústria de perfis e caixilhos o maior responsável pelo aumento da presença das esquadrias de alumínio nas construções brasileiras.

Com novos equipamentos introduzidos no chão de fábrica, esquadrias mais robustas e resistentes começaram a ser fabricadas a partir de perfis tubulares, capazes de vencer vãos maiores.

Nos últimos anos, componentes como gaxetas, escovas e silicones ganharam em desempenho e alguns foram nacionalizados. Da mesma forma os tratamentos superficiais melhoraram, em especial a anodização, o que conferiu maior resistência às intempéries e proteção contra descoramento mesmo em regiões com atmosfera mais abrasiva.

“Com durabilidade, fácil operação e estética, as esquadrias de alumínio se adaptam a qualquer proposta plástica, além de ser funcional para qualquer tipo de obra”, afirma o arquiteto paranaense Manoel Dória, sócio do escritório Dória Lopes Fiúza Arquitetos Associados.

Com a possibilidade de assumir tipologias diversas – maxim-ar, de tombar, de correr, abrir para dentro ou para fora, entre outras -, as esquadrias especiais de alumínio podem receber vidros simples, duplos insulados e laminados também de espessuras diferentes. O sistema é flexível em relação à adição de acessórios, como acionamento motorizado e persianas embutidas, e ainda pode empregar elementos de vedação que vão de simples escovas a borrachas EPDM (etileno-propileno) e silicone.

Confira mais detalhes no link abaixo.

Fonte: Revista aU





Fone/fax: (17) 2139-2100 | Av. Jornalista Roberto Marinho, 1971 | CEP-15061-500 | São José do Rio Preto/SP

Desenvolvido por Webplus